Esporte e Notícia

sábado, 13 de julho de 2013

CBF promete interceder para o Galo disputar a decisão no Independência via @Reinaldo_Cruz #QuestãoBrasil

A CBF tem como argumento o fato de que o Defensores del Chaco, assim como o Independência, não atende ao regulamento da Libertadores, que exige estádios com capacidade mínima de 40 mil expectadores para a decisão do título. Segundo Marin, assim o Atlético-MG está respaldado - o Defensores del Chaco comporta 36 mil pessoas, e o Independência, 17 mil.
- A CBF não quer polemizar com a Conmebol, entidade a qual é filiada e tem as melhores relações, mas sim lutar por um pleito que entende ser legítimo. Por isso, vamos exigir o direito de o Atlético-MG disputar o segundo jogo da final em casa, no Independência. Essa é uma pretensão que consideramos justa, e dela não nos afastaremos. O Independência, repito, é a casa do Atlético-MG, e é em seu estádio que ele tem de disputar a final da Libertadores. Assim como o Olimpia vai jogar em casa, no Defensores del Chaco, que também não tem capacidade para 40 mil pessoas, o Atlético-MG tem o direito de exercer seu mando de campo.

Leia mais: CBF promete interceder para o Galo disputar a decisão no Independência | globoesporte.com


Arquivo do blog

Seguidores

Analytics